sábado, 8 de abril de 2017

ODE AO TEU AMOR (139/17) (Poesia)






(https://youtu.be/cwGBd0IZGxY) "Hino ao Amor" - Altemar Dutra



Lourinaldo Telles Bezerra

Em cada beijo um encanto
Em cada canto eu te vejo
E eu me derramo em pranto
Se não recebo o teu beijo

Da mágoa resta a saudade
Da saudade um desencanto
Se tudo fosse verdade
Eu não sofreria tanto

Um amor que me faz chorar
Não é uma coisa boa
É melhor sozinho ficar
Do que viver sofrendo atoa

Pra tudo tem um remédio
Ou nada se remedia
Se um amor virou tédio
Um novo amor se inicia

A mágoa se desfaz
Jogando-a nas águas de um rio
Pois essas não voltam mais
E do sofrimento me alforrio

Bom mesmo é ter um amor
Que me dê felicidade
Pois amar sentindo dor
Não é amor, é maldade

Por isso cultivo o amor
Que tu me deste um dia
E canto em teu louvor
O peito cheio de alegria

O amor que vem de ti
Enaltece e me acalma
Mesmo não estando aqui
Ele perfuma minh'alma

Eu sinto a tua presença
Em cada momento ou lugar
A minha saudade é imensa
Mas nada me faz te olvidar

Se canto em tua homenagem
O faço com todo ardor
Em minha mente a tua imagem
Resplandece de tanto amor

Pra dizer o quanto te amo
Palavras eu não teria
Por isso aos ceus eu clamo
Que me dê sabedoria

As palavras que eu conheço
São muito simples, eu sei
Mesmo assim eu te enalteço
Com os versos que criei

O nosso amor é tão lindo...
É um canteiro de flores
A ele eu louvo e brindo
És o amor dos meus amores!

Nenhum comentário:

Postar um comentário