terça-feira, 24 de janeiro de 2017

A ÁRDUA MISSÃO DE JAIR BOLSONARO











De nada valerá a tua sabedoria, se ela não for ensinada aos teus descendentes.


L. Telles Bezerra

As esquerdas no Brasil são um verdadeiro câncer que precisa ser combatido de todas as formas possíveis e imagináveis, para que as futuras gerações se tornem imunes à essa moléstia vermelha desbotada. Mal o nosso candidato à presidência em 2018, Jair Messias Bolsonaro, começou sua campanha e já temos milhares de grupos e pessoas nas redes sociais e fora delas, mexendo seus pauzinhos para boicota-la. Isso nós, os seus partidários e colaboradores, não vamos permitir, porque somos maioria esmagadora no Brasil. Eu já estou trabalhando para o Bolsonaro anonimamente há muito tempo, postando minhas crônicas desde a época do Diário do Poder, onde eu as postava todos os dias na seção "Bronca Geral" desde 2008. Deixei lá mais de 4.600 crônicas, em sua maioria enaltecendo as qualidades dos nossos soldados e demolindo a mentirosa propaganda enganosa e criminosa das esquerdas brasileiras, que tanto mal fizeram e ainda fazem à nossa Pátria! Essa velha prostituta, nascida em 1922, precisa ser executada a pedradas do mesmo modo como os muçulmanos executam as adúlteras. Quero deixar bem claro que não sou favorável e nem concordo a execução de adúlteras, pois não considero o adultério um crime hediondo, para ser punido com tanto rigor e barbarismo. Só sugeri o método para a execução do comunismo, esse sim, um genocida cruel e miserável!


Jair Messias Bolsonaro representa para o Brasil, uma esperança factível de mudanças radicais e não iremos dormir na guarda permitindo que os sujos enlameiem seu currículo. Um soldado das Forças Armadas Brasileiras, tem mais qualidades e patriotismo do que toda essa corja de vadios e vagabundos da vermelhidão corrupta e ladrona junta. Essa súcia miserável vem dilapidando o nosso tesouro cultural deixado para nós pelos heróis de maior grandeza, que deram suas vidas por nossa liberdade a partir da reação heroica de 1ª de abril de 1964. Bolsonaro será seu representante em 2018 e fará honrar o movimento cívico/militar deflagrado por bravos cidadãos fardados e civis em toda parte da Nação brasileira. Eles, os podres que vestem vermelhos, hão de nos respeitar por bem ou por mal, pois não tergiversaremos em nossas convicções cívicas de recuperar a Nação, enxovalhada por essa canalha. Eles que venham, nossas armas estarão à sua espera 24 horas ao dia, 365 dias ao ano!



De nada adiantarão as escaramuças por intermédio de ensaios mal engendrados contra a nossa força. Estamos nessa campanha não por nossos interesses pessoais, mas pelo bem comum da nossa sociedade vilipendiada de todos os modos por uma escória podre que se apoderou de tudo em 1985, após a saída honrosa dos nossos militares. Os nossos milicos não entregaram o poder por medo ou debilidade de ações, mas para acalmar parte da sociedade que, engabelada por essa corja, se manifestou a favor da desmilitarização do poder no Brasil. Creio que foi um erro lamentável a saída das FFAA naquele momento. Elas deveriam ter concluído sua missão catequizando nossos jovens para que tomassem os rumos estabelecidos pelas aulas de Moral e Cívica, ministradas nas salas de aula de todos os educandários do ensino médio Brasil a fora. Se eles, os militares, não fizeram sua parte mais importante, deixaram aos esquerdopatas a janela escancarada para que eles deitassem e rolassem. Preparados como sempre foram, para disseminar suas aleivosias e falsidades, os esquerdopatas brasileiros encheram seus imundos pulmões e despejaram suas mentiras aos ouvidos da nossa juventude, transformando-a em seus mensageiros e loquazes porta-vozes de suas mentiras miseráveis.



Apesar de suas imensas e variadas contribuições para o engrandecimento do Brasil, as nossas FFAA esqueceram-se do mais importante. Refíro-me à divulgação permanente dos seus feitos e em que propósitos, para que as futuras gerações viessem munidas de um portfólio capaz de desmentir quaisquer mentiras construídas pelos vermelhos. Os militares não fizeram o dever de casa nesse setor. Isso é reconhecido por todos os antigos chefes militares de então. Como esse vazio existiu, graças aos dois últimos presidentes militares, os vermelhos se apoderaram da "verdade" e lavaram cerebralmente todas as gerações a seguir. O resultado, estamos vendo agora. O Coronel do Exército, Carlos Alberto Brilhante Ustra, com a autoridade de ter comandado exemplarmente o DOI-CODI de São Paulo, no período mais conturbado do Regime Democrático Militar, deixou-nos um valioso legado. Trata-se do seu magnífico livro "A VERDADE SUFOCADA", que descreve a atuação da esquerda revolucionária no Brasil, desde 1922, e o combate persistente das nossas Forças Armadas contra ela e seus efeitos danosos. Eu me orgulho muito de ter em meu poder um exemplar desse gradioso livro autografado e a mim dedicado pelo nobre e heroico autor.


Como reverter essa situação? Quase impossível nos dias de hoje. A não ser que tenhamos uns dez governos do tipo que Bolsonaro pretende e vai implantar no Brasil em 2018, com o apoio da população enraivecida com tantos descalabros. Somente com um governo forte, apoiado 100% pelas Forças Armadas e pelo povo brasileiro é que poderemos transformar o lixo em que vivemos, em algo aproveitável. A guerra vai ser dura, mas é necessário que tentemos e consigamos para o bem dos nossos filhos e netos! A gangrena vermelha, que nunca venceu-nos em combate, não poderá vencer-nos agora que estamos fortalecidos pelos acontecimentos da Av. Paulista e demais logradouros e praças Brasil a fora, onde a população se manifestou aos milhões contrária ao status quo que existe no Brasil! Essa será a árdua missão de Jair Messias Bolsonaro. Ela será difícil, mas nunca impossível de ser realizada, dependerá unicamente de nosso bravo e consciente povo!!


Mãos à obra, Bolsonaro, vamos limpar e reconstruir o Brasil!

domingo, 22 de janeiro de 2017

UMA NOVA ERA ESTÁ EM GESTAÇÃO

Adicionar legenda
                      Donald Trump, o novo presidente dos Estados Unidos da América




A melhor maneira de enfrentar e derrotar um inimigo é combatê-lo ferozmente sempre!


L. Telles Bezerra

Parece que haverá uma nova era para a humanidade a partir da eleição de Donald Trump, para a presidência dos Estados Unidos da América.

Não se pode dizer ainda se ele será bom ou ruim para o mundo, mas não se pode negar que algo diferente do que vinha sendo empreendido a partir dos EUA, será executado. Os exageros de Barak Obama, favorecendo os inimigos de seu povo serão extintos. A tolerância para com muçulmanos parece que deverá deixar de existir nas atitudes claras de Trump. Eles, os muçulmanos, tem, como missão, destruir os “inimigos do islã”, que em sua concepção são todos aqueles que não professam o seu credo. Portanto, eles estão contra toda a humanidade! Facilitar as ações desses bárbaros é o mesmo que permitir que assassinos cruéis cresçam dentro dos nossos lares, com o objetivo premente de nos assassinar assim que decidirem. Por isso, dou total apoio ao novo presidente dos Estados Unidos!

Por todo o período Obama, Israel sofreu todos os tipos de afronta por meio da indiferença do governo anterior em relação aos interesses daquele povo. Esse pequeno e gigante país, sempre foi e será o grande amigo e parceiro dos Estados Unidos em todos os tempos, na guerra ou na paz. Creio que a partir de agora, os judeus serão reconhecidos como tais durante a gestão de Donald Trump.

Outro conceito por ele combatido é o gaysismo impertinente e sem controle, que visa, assim como os muçulmanos, querer destruir a família, como forma de se impor àqueles que não concordam com suas perversas tendências sexuais. Foi retirado do site da Casa Branca, temas como clima e direitos civis públicos LGBT. Bravo, Trump!

Qual mente sadia aceitará que uma anomalia seja considerada normal sem ser e que os praticantes dessa preferência sexual imponham sua vontade à maioria da sociedade? Dentro de uma sociedade livre, tudo que não for contra as leis dessa mesma sociedade será permitido, mas para tudo tem limites. É intolerável que práticas sexuais se imponham às normas ditadas pela natureza, que classifica pelo sexo quem é macho ou fêmea. Pelo conceito geysista, não existe sexo classificatório, mas preferências sexuais e ponto final! É a famosa e asquerosa Ideologia de Gênero. É de sua concepção que, crianças filhas de casais heterossexuais, sejam adotadas por “casais gays”, sem restrições, com a finalidade perversa e única de transforma-las em homossexuais ao longo do seu desenvolvimento como pessoa humana. Nada mais criminoso do que isto! Estou com Trump e não arredo o pé!

Sua determinação protecionista me deixa meio em inseguro quanto a eficácia dessa prática. Entendo o seu ímpeto em defender os interesses de sua pátria e isto é indiscutível, mas ele esquece que nem tudo o que existe no mundo é produzido exclusivamente nos EUA. Combater os excessos é louvável, mas generalizar é estultice.

Outro conceito de Trump, que acho correto é a barreira que ele pretende colocar entre os EUA e os imigrantes ilegais. Está corretíssimo em não permitir que seu país se transforme num depósito de pessoas não desejadas por seus compatriotas. Deve haver uma filtragem rigorosa sobre quem entra no país, para que a segurança interna dos EUA esteja sempre assegurada. O princípio da pátria segura é louvável em qualquer parte do mundo. Nunca vi algum defensor dos humildes e desamparados condenar as regras de imigração japonesas, as mais rigorosas que existe em relação a muçulmanos. Naquele país oriental a entrada de muçulmanos é permitida se fizer parte de missão diplomática de um país amigo, mesmo assim eles examinarão tudo o que disser respeito ao investigado. Deveria ser assim principalmente aqui no Brasil, onde as nossas fronteiras foram escancaradas pelos governos petistas, para tudo quanto é lixo humano que quisesse viver aqui sem restrições de espécie alguma.

Mas, o que mais incomoda aos esquerdopatas do mundo inteiro, é o fato de Donald Trump não ser tolerante com as suas intenções, quais sejam a de destruir os Estados Unidos como nação. Esses cretinos sofrerão amargas derrotas em qualquer parte do mundo onde se encontrem.

Outra atitude dele que me deixou eufórico, foi sua determinação em construir um escudo antinuclear para defender a sua pátria. Isso é louvável e deve ser enaltecido, desde que não prejudique as relações multilaterais dos EUA com o restante do mundo.

Os terroristas muçulmanos estão com seus dias contados. Se depender de Trump, serão exterminados sem piedade. Quem estará contra essa intenção? Ora, nem precisa perguntar.

Os petistas que se cuidem. As ações que rolam na justiça americana contra alguns desses patifes serão incrementadas até que todos paguem por seus crimes cometidos em território americano. Nada mais salutar do que algo desse tipo.

Ao contrario de muitos que se postam contra as posições de Donald Trump, eu torço muito para que ele mude a cara desse mundo tolerante com todos os tipos de anormalidades, que vem sendo cometidas por toda parte. Claro, sei que ele estará cuidando primeiramente dos interesses do seu povo, mas sei também que os reflexos a partir daí serão sentidos e muito por aqui. E não só aqui como no mundo todo, pois a influência norte-americana é pesada no planeta inteiro. Sendo assim, não vejo porque não ser favorável ao seu empenho em consertar os erros do seu antecessor muito bonzinho com quem não presta. Vamos em frente, guerreiro, e não esmoreça nunca!

Do nosso lado, espero que o povo brasileiro atente para a nova realidade nos Estados Unidos e na nossa vizinha Argentina, e adote aqui também uma mudança que determine o fim desse cancro que vem debilitando a nossa sociedade há muitas décadas: o esquerdismo perverso e criminoso. É intolerável que 60 mil pessoas morram por ano no Brasil, através das mãos de criminosos protegidos por essa maldita ideologia. Estamos vendo acontecer em presídios do Norte e do Nordeste, uma barbárie sem precedentes promovida por esquerdopatas, que seguem os ditames marxistas e gramscistas, para desestabilizar a nossa sociedade.

E quem vai combater isso, se nossas autoridades são todas, sem exceção, esquerdistas alinhados com esses princípios? Para reverter essa situação, a nossa única saída é elegermos presidente da república em 2018, a JAIR MESSIAS BOLSONARO. Ele será o nosso Donald Trump melhorado para consertar o Brasil!

JAIR MESSIAS BOLSONARO






quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

A MINHA MIRAGEM (Poema 017/17)













Caminhando pela areia úmida da praia, observo as magníficas ondas que o vento forma com sua crista espumante e que rola célere para se acabar aos meus pés.
Sinto a brisa marinha me sussurar ao ouvido uma mensagem que me enviaste e fico a sorrir sozinho me deliciando em meus devaneios.
Traz emoções fortes, o recadinho que me entregou o vento marinho...
Me remete aos mais deliciosos momentos que tivemos em nosso último encontro fugaz, mas recheado de encantos e delìcias.
O vento sabe como transmitir teu recado, pois deixa-me arrepiado dos pés à cabeça sob emoção fortíssima...
É como se estivesses em cada molécula do ar que senti em meus ouvidos, me acariciando com a pontinha da tua língua.
Teu cheirinho chegou até mim através dos meus pensares e reflexões, movidas pelo marulhar das ondas esverdeadas do Atlântico.
Olho ao longe, a vela tesa de uma jangada que se afunda em cada vagalhão e ressurge para dizer-me que, assim como ela, os meus pensamentos devassam o éter para te encontrar no teu recanto florido.
A pequenina figura de uma jangadinha flutuando ao longe, dá-me a sensação do impossível se concretizando aos poucos.
Algo que está tão distante e tão diminuto, aumenta através do tempo e do espaço se tornado palpável...
É assim quando te desejo pertinho de mim e surges como por encanto nas minhas nuances oníricas, quando repouso em algum lugar para pensar em ti.
Vivo de recordações e vivências passadas, mas o dia chegará em que serás o presente num futuro próximo, não muito distante, assim que o verão passar...
Enquanto esse momento não chega, vou andando cada passo na areia da praia, observando a manifestação da natureza e procurando teus traços em cada detalhe que vejo.
Imagino e trago pra mim através do pensamento, aquilo que não posso alcançar ainda.
Um dia tu serás real e minha para sempre nos momentos em que tiver teu corpo divino em meus braços e abraços.
Nesse instante serás minha como ninguém o foi antes.


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

A VINGANÇA DOS DERROTADOS









L. Telles Bezerra

O Brasil está prestes a explodir através de ações de bandidos muito bem treinados pelas FARC, com determinação de PT, PSOL, PC do B, PCO e PSTU, assim como com o apoio tácito de entidades internacionais oriundas de Cuba e Venezuela. Quem estudou os métodos de destruição do estado constante dos ensinamentos de Granschi, Trotski, Lenin e Stalin, sabe do que estou falando. O PT foi apeado do poder por seus crimes miseráveis, que destroçaram a nossa economia, a nossa educação e sabotaram tudo o que puderam dentro dessa republiqueta pós 85. Agora estão aplicando o que determina o seu plano B, em caso de saída do poder por meios não previstos por eles. O PT e Lula, estão por trás de tudo isso. Eles querem o poder através do que sobrar dos destroços do Brasil.

Os presídios do Rio Grande do Norte, a exemplo do que ocorreu em Manaus, estão sublevados e ninguém toma uma providência. Só agem com medidas paliativas enquanto os bandidos encarcerados mandam e desmandam nos bundões que assumiram o Estado sem ter condições para tanto. Vemos um governador amendrontado, sem rumo e sem direção. As polícias sem moral e sem força para agirem de acordo com a situaçao. Nada resulta em solução! O caos está sendo implantado no Brasil, como vingança dos ladrões que foram destituídos do poder!

É fácil analisar a situação e ver que, diante de um País quebrado e sem recursos para nada, graças ao bandido mor, Lula da "Çilva", qualquer aventureiro poderia tomar conta da situação e promover o que estamos vendo: o estopim de uma guerra civil dentro de um Brasil, que era ordeiro e que agora se transformou num paiol prestes a explodir por inteiro. O aventureiro é o próprio Luiz Inácio da Silva, vulgo Lula. Os petistas estão agindo de acordo com a cartilha marxista tão velha quanto a idelogia que leva o nome do filósofo alemão que inspirou a Revolução de 1917 na Rússia. Somente os cegos ou imbecis não chegam a essa conclusão. Idiotas dirão que eu estou delirando. Mas eu vi nos livros e revistas militares o que aconteceu muito antes de 1964, aqui mesmo no Brasil, quando os comunistas enviados por Joseph Stalin, com o apoio de Luiz Carlos Prestes, sublevaram a turba dentro dos presídios no mesmo Estado, que hoje se levanta de dentro das penitenciarias para as ruas. E hoje, quem comanda tudo? Vou dar uma dica: ele anda de Lear Jet executivo, pago não se sabe por quem. Esteve recentemente no Nordeste. O que foi que ele foi fazer lá? Todos sabem que sua prisão poderá ser decretada a qualquer momento. Quais as chances de ele ser encarcerado? Nenhuma! Pois ele está se armando de todos os recursos possíveis para poder negociar com os frouxos da república dos bundões, quando o juiz Sergio Moro mandar trancafia-lo.


Só quem nunca jogou uma partida de xadrez é que pode ignorar a estratégia armada por Lula e sua quadrilha de bandidos. Eles estão mancomunados até o pescoço com essas rebeliões. O PCC, o CV, o ADA, e agora essas facções do Norte e do Nordeste, todas fazem parte do mesmo "exército" sujo dos vermelhos patrocinados por Georges Soros e a turma dos Castro. Quem pagar pra ver, vai se lascar! Não temos presidente, não temos Congresso e muito menos Supremo Tribunal Federal. O que temos é o que sobrou do acordo firmado entre todos os ramos da esquerdopatia nacional, depois que os nossos gloriosos militares deixaram o poder por pressão de uma sociedade imbecil que se deixou levar pelo canto de sereia de Ulisses Guimarães et caterva. 
O preço que iremos pagar por nossa tibieza em comandar nossa Pátria, será doloroso e imensamente caro! Quem viver, verá!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

MEMÓRIAS DE UM GINECOLOGISTA (Conto)






L. Telles Bezerra


Sem pudores, ela entreabriu as pernas lindas sob a saia de linho vermelha, me deixando ver as suas maravilhosas e torneadas coxas alvas e macias como pétalas de rosas. Eu fugia daquela tentação há seis meses seguidos, desde sua primeira visita ao meu consultório, mas de hoje não passaria.


A tarde morria modorrenta e cansativa, chata demais... Aquela presença em minha sala de espera compensaria tudo de ruim que o dia me ofereceu. Era deslumbrante, jovem e belíssima, aquela senhora da elite paulistana com seus 36 aninhos muito bem vividos.


Soberbamente vestida, ela se impunha por sua elegância e bom gosto no trajar, quando chegava como uma fada ao consultório. Deixava todas as outras pacientes com olhares furtivos e invejosos ao entrar na sala de espera com seu andar suave e elegante, nas tardes de sextas-feiras com hora deliberadamente marcada no final do expediente.


Cumprimentamo-nos formalmente ao chama-la pelo nome e depois da consulta nos encontramos em frente à casa de chás, na esquina frontal ao prédio onde eu clinicava. Nos acomodamos num canto da sala de chás, em frente a uma janela de Blindex, a nos oferecer uma linda vista da Av. Paulista e seu burburinho de final de dia.
Nossa conversa era sobre o que acontecia conosco. Ela me confessara que se apaixonou por mim ao se colocar à minha inspeção seu útero, onde sentia um incômodo muito grande.
Lá, eu descobri um pequeno mioma extraído uma semana depois para a sua tranqulidade. Desde então, ela voltava periodicamente para uma revisão médica necessária e muito conveniente a nós dois.


Depois da segunda chávena de chá de hortelã com gengibre e saborosos pães de queijo, ela sugeriu que saíssemos dali para um lugar mais íntimo e aconchegante, no que eu assenti com muito prazer. Tomamos o rumo do meu pequeno apartamento na Al. Casa Branca, onde o conforto existia em quantidade generosa. Ela ficou alguns minutos admirando o agradável aspecto do ambiente elegantemente decorado por uma minha ex-namorada, estudante de arquitetura, que me pediu para elaborar a decoração do imóvel.


Depois de elogiar o que vira, me enlaçou com seus deliciosos braços perfumados e me beijou com lascívia, me fazendo ter uma reação automática e deliciosa naquele instante mágico. Meteu sua perna gostosamente entre as minhas, pressionando sua coxa contra a minha genitália me fazendo estremecer de prazer. Meu membro rijo e voraz fê-la dar um pequeno pulo ao senti-lo em sua perna macia embutida entre as minhas pernas trêmulas de emoção e desejo. Nos beijamos demoradamente, matando a ansiedade de uma longa espera torturante, mas deliciosa.


Com um decisivo clique, ela soltou o cinto que sustentava sua saia, a qual desabou pesadamente sobre seus encantadores pezinhos lindos como dois anjinhos. Ela não estava usando calcinha, o que me causou um efeito de avassalador tesão. Aquela menina sabia como conquistar um homem, pensei com meus testículos.
Eu já estava sem minha calça branca de médico ginecologista, pois a partir dali eu nada mais seria senão um garanhão em vias de dar cabo de minha fêmea tão desejada.


Peguei-a nos braços e a carreguei delicadamente para meu dormitório. Deitei-a sobre a cama, sem entanto desgrudar um só milímetro do seu saboroso corpo esguio e muito bem delineado. Beijei-a na boca e fui descendo em direção ao meu objetivo principal. Sua vulva estava furiosamente tomada por uma excitação tão violenta que quase sangrava. Completamente ensopada e pulsando, sentiu o golpe devastador de minha língua deslizando por entre seus pequenos lábios vulvares, ascendendo e indo ao encontro do pequeno, mas lindo clitóris que me esperava ávido pela primeira e decisiva lambida.


Foi uma explosão mágica, o seu primeiro de muitos orgasmos que saboreou. Ela estremecia afogueada e sem fôlego, com sua deliciosa boca aberta a se socorrer do precioso ar de que necessitava para continuar viva e faminta por mais prazer. Segurava os dois pequenos seios e gemia compulsivamente ao sentir minha língua massageando seguidamente seu sensível grelinho intumescido.


Agarrou-me pelos cabelos e me puxou para cima, ao mesmo tempo em que se encaixava em mim num automatismo incrível e preciso. Eu estava dentro daquela potranca fogosa e insaciável. Ela me exigia todinho dentro de sua vagina, mas eu resistia deixando apenas a glande nos primeiros cinco centímetros do canal vaginal, desenvolvendo movimentos rápidos e firmes, onde a sensibilidade feminina é mais forte, o famoso Ponto G. Depois do terceiro orgasmo por ela degustado, me permiti entrar também em êxtase. Nunca, em toda a minha vida, tinha sentido um prazer igual àquele. Nem na minha adolescência, com minhas amiguinhas, eu conseguira algo semelhante. Foi uma sensação divina e muito acima da média, foi algo indescritível.


Após fazermos um breve lanchinho na cozinha, lá estávamos os dois novamente entrelaçados e numa batalha maravilhosa em busca do prazer culminante. Júlia não estava de todo saciada, precisava de mais prazer e eu lhe dei sem pestanejar. Ela se ofereceu de quatro em minha direção e eu parti com a fúriade dez miúras para aquela visão deslumbrante, que me presenteva mais uma vez. Fizemos sexo até quase desfalecermos um por cima do outro, onde ficamos por um tempo indeterminado e extremamente necessário para nos restabelecermos da peleja pela vida!


Tornamo-nos amantes permanentes e apaixonados durante três deliciosos anos, após o que me mudei para New York, onde fui fazer pós-graduação em medicina e uma especialização em Câncer Ginecológico, na Universidade de Cornell. Durante a minha permanência em solo americano, mantivemos uma correspondência não muito constante, para não deixar transparecer ao seu marido a nossa relação. Fiquei no exterior por cinco longos anos e ao retornar ao Brasil, soube que ela se divorciara, recebendouma fortuna em bens e dinheiro tão grande que nem ela acreditou na soma ganha.


Eu estava, então, com 48 anos e ela em vias de completar 44 aninhos. Procurei-a e nada precisa ser dito depois desse nosso reencontro. Somos hoje um casal de permanentes enamorados e apaixonados, recomeçando o nosso romance a cada dia que nasce.


Nota: Essa é uma obra de ficção e qualquer semelhança é mera coincidência.

domingo, 8 de janeiro de 2017

O GOVERNO DAS FACÇÕES CRIMINOSAS



 L. Telles Bezerra 

“O vício inerente ao capitalismo é a distribuição desigual das riquezas; o do socialismo, é a distribuição por igual das misérias.” ( Sir Winston Churchill) 

Quando o Estado não governa, o crime assume o seu lugar. 

Após 1985, quando os militares saíram de cabeça erguida do poder, criminosos de todos os tipos e origens dominaram o País em todos os quadrantes. Em seus quase 21 anos de governo disciplinador, o REGIME DEMOCRÁTICO MILITAR conduziu o País dentro da paz e da normalidade social. Só combateram ferozmente os meliantes da esquerda nacional e internacional que tentaram de todas as maneiras se apoderar do poder, e aqui implantar uma ditadura igual ou pior do que a de Cuba e dos outros satélites de Moscou e Pequim. Depois da saída dos nossos gloriosos militares do poder, o crime organizado se apoderou de tudo e de todos, e transformou a Nação de livre e soberana, em escrava e subjugada. Os mais perigosos bandidos da história desse país se apoderaram da situação e dominaram tudo, do Congresso Nacional aos presídios em todos os pontos do País. Temos hoje na Câmara dos deputados muito mais de 250 criminosos respondendo a processos no Supremo Tribunal Federal, sem que ninguém de bom senso entenda essa situação, no mínimo curiosa. No Senado, começa com o próprio presidente da Casa, que responde a 12 processos criminais no STF e continua inatingível pelas garras da Lei ou da Justiça. 

É impensável que, nos Estados Unidos ou em qualquer país da Europa, alguém que responda a um processo criminal exerça função pública. Mas, no Brasil formou-se jurisprudência que, se um processo criminal - seja qual for a natureza do crime - ainda não transitou em julgado, o criminoso pode e tem direito ao cargo público que ocupa ou para o qual foi eleito. Um exemplo vergonhoso dessa anomalia jurídica foi constatado após essas últimas eleições municipais. Prefeitos e vereadores criminosos foram eleitos e tomaram posse, amparados por essa aberração adotada no Brasil por “juristas” de dentro do Congresso Nacional e na Justiça Federal brasileira. O parto dessa anomalia só foi possível porque dentro da Casa de Leis do Brasil, a maioria tem mente criminosa. Se os legisladores brasileiros tivessem um mínimo de responsabilidade para com o País, barbaridades como essa e outras ainda piores não existiriam. 

Quando o Regime Democrático Militar estava em plena atividade, a criminalidade no Brasil era baixíssima. Bastou que o RDM se esgotasse, para que os marginais que foram combatidos no passado voltassem e fizessem dessa Nação abandonada o seu coito de patifarias. Um dos piores políticos da história moderna do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, “o príncipe dos sociólogos”, foi quem institucionalizou as indenizações a terroristas do passado e a seus familiares. Isso incentivou aos demais criminosos de todos os tipos se sentissem autorizados a cometerem seus delitos, uma vez que poderiam ser beneficiados por uma gorda indenização do estado. Estamos verificando essas indenizações agora mesmo, após o massacre conduzido por criminosos dentro de um presídio de Manaus, AM. O governador, pressionado pela OAB e outros organismos pró-criminosos, autorizou que as famílias dos detentos mortos fossem indenizadas em R$ 90.000,00 (noventa mil reais) cada.

A rival da “Família do Norte”, uma facção criada em São Paulo, por criminosos políticos após o “Massacre do Carandiru”, em 1992, o “Primeiro Comando da Capital – PCC, publicou em todos os cantos do Brasil, que a guerra foi declarada e os seus rivais não perdem por esperar. Por sua vez, as “Forças Revolucionárias da Colômbia” (FARC), as maiores produtoras de entorpecentes do mundo, depois do Bolivarianismo de Hugo Chávez e Maduro, passaram a ter maior domínio sobre as fronteiras dos países que formam a América Latina. Esse exército de traficantes sanguinários já mataram muitos dos nossos soldados que guarnecem ou tentam guarnecer nossas fronteiras. São as FARC e seus grupos coligados, quem abastecem os traficantes brasileiros por todo o território nacional. Com seus quase 15.500 km de fronteira terrestre, o Brasil não controla com eficiência a entrada de drogas e armas pesadas, que abastecem os grupos criminosos que atuam livremente dentro do nosso imenso território. Com essa deficiência perigosíssima, as autoridades sérias desse miserável País não conseguem sequer combater os traficantes que invadem livremente o nosso solo pátrio, com seus produtos altamente contaminadores que destroem lares inteiros de norte a sul e de leste a oeste no Brasil de todos os canalhas! 

O massacre havido em Manaus, onde 56 presos foram mortos e, em sua maioria esquartejados, foi comandado por uma facção criminosa até então desconhecida aqui na parte sul do Brasil: “Família do Norte”. Em guerra declarada contra o “Primeiro Comando da Capital” (PCC), que de há muito domina o estado de São Paulo, como um poder paralelo, a tal “Família do Norte, recebe apoio, armas e drogas das FARC. Aliadas permanentes do Partido dos Trabalhadores, PT, essa famigerada quadrilha de traficantes espalhou suas drogas por todo o nosso País, contaminando todos os municípios sem exceção, a partir do primeiro governo de Luiz Inácio da Silva, vulgo Lula. Foi graças às esquerdas brasileiras e latino-americanas, que os traficantes das FARC estenderam seus tentáculos por todo o continente americano, da Groelândia à Terra do Fogo. Financiaram campanhas do PT e demais agremiações esquerdopatas brasileiras, fazendo-as seus apoiadores e aguerridos defensores dentro dos Três Poderes, no Brasil, desde que as esquerdas tomaram o poder em 85. 

Não se tem noção do real poder dominador das mais de 25 facções que existem hoje em nosso território, mas seus efeitos danosos já estão sendo notados . Com rebeliões e fugas em massa de presídios por toda parte, essas facções agem livremente nas barbas das “otoridades”, que se acovardam e nada fazem para parar com suas ações contra a sociedade. Já se tem notícia de uma grande infiltração de traficantes dentro das Forças Armadas Brasileiras, que aos poucos vão contaminando o último reduto de seriedade nessa república de bandidos. Devido a essa constatação incrível, ou os militares tomam o poder nessa Nação dilapidada e abandonada, ou eles mesmos vão pagar caro por sua inércia e serem tutelados pelos bandidos em seu governo de facções criminosas.