sexta-feira, 27 de novembro de 2015

O CATILINA BRASILEIRO É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL EM BRASÍLIA!




L. Telles Bezerra


Talvez seja um tanto quanto exagerado comparar Delcídio Amaral com Lucio Sergio Catilina, o grande canalha romano ferrenhamente combatido por Marco Túlio Cícero, o maior tribuno da história de Roma. Aquele era muito mais perigoso porque agia como um verdadeiro bandido que era, enquanto que o mafioso ora preso na carceragem da Polícia Federal em Brasília, nunca matou ninguém. Suas ações são mais aveludadas e ocorrem na calada da noite sem que ninguém tome coincimento delas. Apesar da inexistência de violência, os atos praticados por esse canalha se tornam, talvez, muito mais perniciosos na medida em atingem o cerne da República brasileira ameaçando-a de morte. Se o Supremo Tribunal Federal se tornar o antro planejado pelos petistas, a República deixará de existir e a substituirá uma horda de bandidos tão perigosos como os do PCC ou CV.

O plano criminoso de poder engendrado por Lula e Zé Dirceu, para se perpetuarem no comando do Brasil, abrangeu não só a política nacional em seu todo, mas nos mais amplos setores da indústria, comércio, agronegócios e demais departamentos da vida nacional. Em resumo: transformariam o Brasil em toda a sua extensão e grandeza como nação industrial e econômica, num feudo privado da súcia de bandidos petistas para sempre. Ainda bem que mexeram na essência de um tribunal que não pode se curvar diante da sanha criminosa de qualquer canalha. Se cair o STF, ruirá a República como um castelo de areia.

Talvez levados pela certeza de que o povo brasileiro não passa de uma grande boiada mansa, os meliantes projetistas do grande estouro arquitetaram um plano diabólico capaz de transformar a grande máquina produtiva tupiniquim, na sua grande produtora de fortunas para si e seus asseclas. Seria o mais bem arquitetado plano de dominação de um povo jamais tramado na história do mundo. Há que se admitir que os petistas são muito ambiciosos do que os quadrilheiros do PCC ou do CV. Eles pensam muito grande e não se contentam com milhões de reais, vão além, muito além, roubam bilhões de dólares e de euros.

Impensável admitir-se que uma coisa tão monstruosa pudesse ser tramada dentro de um país que luta para sair da miséria há muitos séculos. Somente no século XX, foram anos de muitos sacrifícios, os vinte e um que fizeram do Regime Democrático Militar, a salvação da nossa Pátria, entre 1º de abril de 1964 e o dia 15 de março de 1985, quando um dos piores marginais da política brasileira assumiu a presidência da República em Brasília. Muito se fez pelo País ao longo de duas décadas altamente dedicadas ao engrandecimento da Nação brasileira. Mas, foi após a posse de Sarney, que as esquerdas brasileiras se uniram num pacto político/ideológico com o objetivo de jamais permitirem que forças direitistas tomassem novamente o poder no Brasil. Com isso, se apoderaram de tudo, incluindo aí a mente dos nossos jovens estudantes, que sofreram ao longo desses 30 anos uma permanente e competente lavagem cerebral capaz de dar segurança aos autores da façanha nem cada eleição produzida por eles.

Por causa dessa aliança de bandidos vermelhos acontecida na década de 80, vemos hoje um partido que se diz oposicionista sendo o baluarte na defesa de Lula e Dilma Rousseff, apesar de seus hediondos crimes cometidos contra o Brasil e seu povo. Trata-se de uma das falanges políticas que acordaram o pacto sinistro no pós Regime Democrático Militar, para que a direita nunca mais se apoderasse do poder no Brasil. Estou me referindo ao famigerado e traidor miserável, Partido da Social Democracia Brasileira, o PSDB de Fernando Henrique Cardoso e todos os outros pilantras e vigaristas que o cercam. Não é de admirar que as Forças Armadas Brasileiras não tivessem intervido ainda em face dos imensos desmandos cometidos ao longo desses 13 anos de poder da escória da estrela vermelha no Brasil. Seria tirar o poder de um podre e lança-lo nas mãos sujas de seus aliados tucanos, os piores patifes da história política brasileira. Foram esses desgraçados que impediram o impeachment de Lula, quando em 2005 foi descoberto o Mensalão. Tendo Arthur Virgílio, na liderança do PSDB no Senado, Fernando Henrique Cardoso proibiu que o líder do DEM, o senador João Agripino, encaminhasse o pedido de impedimento do rato presidencial, alegando que poderia haver uma comoção social.

O pior marginal não é aquele que assalta à mão armada, mas o que pilha os recursos públicos, retirando do povo as condições necessárias para se educar, tratar da saúde, ter moradia e transporte, além de ter segurança depois de sua aposentadoria. Ao longo de sua vida profissional, o brasileiro trabalha de sol a sol e recolhe aos cofres da Previdência a sua contribuição, visando na sua velhice desfrutar de um mínimo possível de conforto a ele assegurado pela Constituição Federal. Isso não acontece, porque os políticos assaltam a Previdência e desviam montanhas de dinheiros para outros setores ou para as suas contas bancárias no exterior, deixando os cofres da Previdência sem um tostão furado. Manipulam tudo o que for possível, na ânsia doentia de encherem as burras com o dinheiro dos contribuintes. Nós, os brasileiros, trabalhamos 147 dias ao ano somente para pagarmos impostos e, depois de toda a dinheirama arrecadada, essa vai parar nos cofres dos patifes que os eleitores imbecilizados brasileiros elegem em cada eleição de que participa. Fica claríssimo que eles não respeitam ninguém ou o direito de ninguém, apenas visam seus ambiciosos e criminosos desejos de enricar ainda mais, graças aos cargos que ocupam no poder público. Esse é apenas um pequeno exemplo, por que a invasão generalizada de todos os setores da administração pública no Brasil, pelas quadrilhas formadas por corruptos, se tornaram um câncer em estado terminal!

Delcídio Amaral, em sua carreira de certa forma brilhante, não precisava agir como o mafioso que é. Sempre foi muito prestigiado, desempenhando as funções mais diversas em todos os governos após 1985. Esse político sempre foi uma pessoa muito respeitada em seu meio, mas parece que não passava de um mimetismo próprio dos canalhas. Quem nasceu para canalha, nunca será alguém correto. Ele não fugiria à regra. Notem que a sua participação na CPI dos Correios, foi elogiável. Ninguém poderia supor que estivéssemos diante de um meliante de altos coturnos, mas aí estão os fatos e aí está a sua verdadeira face criminosa.

A pergunta que fica é: quem, dentro da podre política brasileira, se salvará da degola patrocinada e executada pelo juiz federal Sergio Moro, seus procuradores e investigadores da Polícia Federal???
Quem viver, verá!!


quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Porque os militares se recusam a retirar o PT do Poder
(Texto recebido de amigo. Autoria não informada)

AMIGOS, CRITERIOSA ANÁLISE DO CENÁRIO SOCIOPOLÍTICO E CONSEQUÊNCIAS NO CAMPO PSICOSSOCIAL:
OPINIÃO SOBRE A OCORRÊNCIA DE UMA INTERVENÇÃO MILITAR NO BRASIL DE HOJE.

QUER MESMO FALAR DE INTERVENÇÃO?
ESTÁ BEM, ENTÃO VAMOS VER ATÉ ONDE VOCÊ AGUENTA:

Muitos amigos virtuais e até alguns militares da ativa me enviam mensagens perguntando por que as FFAA não intervém logo, antes que seja tarde? Por que a imobilidade? O que estão esperando?

Amigo, seu e-mail me deixou comovido; não me foi difícil imaginar a sensação de incapacidade de sua filha tendo que baixar a cabeça e permanecer em silêncio enquanto a DIRETORA ALDAIR ao lado de outra professora, mentiam descaradamente aos estudantes a respeito de CARLOS MARIGHELLA e dos “crimes praticados pelos militares durante os anos de chumbo”, fatos que sua filha sabiam serem falsos porque desde menina, ao longo de todos estes anos, aprendera com você a verdadeira história do Brasil durante aquele período.

Mas enfim, venceu a torpeza moral da dona Aldair e “daquela outra” cuja habilidade em induzir adolescentes acabou por forçar a troca de nome de Colégio Presidente Médici para Colégio Carlos Marighela.

Mas não se aborreça amigo, nós mais que ninguém, sabemos que manda quem pode e obedece quem precisa. Por enquanto estamos obedecendo.
Diga a sua filha que mantenha a fé naquilo que aprendeu em família, a verdade está com ela. Quem há de garantir que hora não haverá em que o amanhecer chegue com gemidos e ranger de dentes?
Que centelha misteriosa estará aguardando o Senhor dos Exércitos para interceder em favor dos bons e varrer do solo da pátria esta ignominia política que a cada três décadas ressurge das cinzas sempre com mais força e sempre direcionada ao mesmo objetivo?

Dos oito comandos militares, sei como pensam dois de seus comandantes.

Vamos raciocinar juntos: na Intentona Comunista em 1935, alguns de nossos camaradas de armas foram mortos enquanto dormiam; até hoje, a imprensa brasileira, sempre esquerdistóide, apoiada na versão da cátedra comunista aboletada na USP e em outras universidades do país, insiste que isto não poderia ter acontecido porque os quartéis do Rio e São Paulo estavam em prontidão e, sendo assim, os soldados não poderiam estar dormindo. De acordo com raciocínio imbecil deste bando de idiotas, se um regimento fica em prontidão durante 30 dias, nestes 30 dias ninguém dorme.

Pois bem, derrotados os comunistas em 35, reorganizam-se novamente durante trinta anos e em 1964 fazem nova tentativa. Os comandantes militares de então, ainda com a lembrança viva das mortes covardes dentro dos quartéis, fazem um planejamento extraordinário e dominam os traidores sem dar um único tiro. Temia-se que o povo brasileiro, mesmo implorando pela intervenção militar, não aceitasse pacificamente ver jorrar o sangue de civis ainda que em nome de uma revolução redentora e necessária.

Prossegue a marcha do tempo e desta vez bastam apenas vinte anos para que os comunistas abrigados nas salas de redação dos grandes jornais, façam dos militares, antes salvadores da pátria, agora assassinos e torturadores. A sociedade civil, acreditando mais na imprensa do que nos próprios olhos e ouvidos, repudia as FFAA de uma forma conjunta e passa até a discriminar violentamente os militares, ao mesmo tempo em que aprende — também com a imprensa — a idolatrar os comunistas contra os quais pouco tempo antes buscara proteção.

Outros trinta anos e eis que tudo se repete. Mas agora as circunstâncias são bem outras! Em 64 não existia a rede de comunicações que existe hoje (aliás, feita pelos militares). Saía um exército inteiro de Minas e, até que o resto do Brasil tivesse certeza do fato, um bando enorme de comunistas já estava preso. Na madrugada de 31 de março, em quase todo o Brasil, os principais líderes vermelhos, agitadores, pelegos e simpatizantes, acordaram com soldados ao lado da cama, mas ao contrário de 35 nenhum comunista foi morto enquanto dormia. Saíram de casa direto para o xadrez dos quarteis.

Não se precisou matar ninguém. Um excelente serviço de inteligência aliado a uma estratégia impecável fez com que bastassem poucas horas para que nossos heróicos soldados retomassem o Brasil.

E agora, é possível repetir o feito? Vamos imaginar apenas três cenários e talvez todas as dúvidas, que hoje os brasileiros cobram nas redes sociais, sejam satisfeitas.

CENÁRIO A.

O MENOS VIOLENTO

As Forças Armadas, embora silenciosas e aparentemente desinteressadas em intrometer-se na vida política do país, ESTÃO UNIDAS, COESAS, PREPARADAS, COMUNGANDO NO MESMO IDEAL PATRIÓTICO e trabalhando freneticamente através de seus serviços de informações para mapear todos os endereços e traçar a melhor estratégia para prender os líderes, antes que seja necessário usar qualquer forma de combate.

PROJEÇÃO.

Quando o primeiro jipe conduzindo os militares que prenderão LULA chegar a 100 metros da casa do ex-presidente, bastarão duas palavras numa rede social e poucos segundos depois todo o MST armado de foice e facão invadirá os principais centros urbanos e sairá degolando quem aparecer pela frente. Este é o método. Aterroriza-se com violência brutal nas primeiras horas e se alguém do povo pensava em reagir, desiste e tranca-se em casa.
As FFAA em perfeita sincronia recebem ordens de sufocar os pontos de tumulto e imediatamente nas ruas de várias cidades tombam combatentes de ambos os lados.

ANÁLISE

Como o PT e seus aliados socialistas já desviaram dinheiro suficiente com a finalidade precípua de armar-se e preparar-se exatamente para uma situação como esta, o grau de envolvimento conspiratório tanto interna quanto externamente é tão grande que a hipótese das milícias comunistas não agirem contra as tropas legalistas é praticamente zero.

ESTIMATIVA: Neste cenário não haverá hipótese de intervenção militar sem que ocorra sangue.

CENÁRIO B.

VIOLÊNCIA MEDIANA

Não existe identidade ideológica entre alguns setores das FFAA e por isto, em todas as unidades do país, agentes em campo tentam desesperadamente descobrir quem seriam os amigos e inimigos, não somente entre as milícias civis, mas especialmente entre os próprios colegas militares, na hipótese de uma eventual intervenção para afastar a presidente DILMA ROUSSEFF.

PROJEÇÃO.

Além de toda a violência oriunda tanto de mercenários pagos com o dinheiro roubado dos cofres públicos, como dos assalariados do MST, de ex-presidiários acostumados a matar e praticar violência, previamente colocados em liberdade (visto terem uma dívida moral com o governo petista que proporcionou bolsas em dinheiro para suas famílias), toda esta horda de bandidos e assassinos semeará o terror até que não haja mais reação alguma.

Forças militares pró e contra governo levarão a luta até o desfecho final, vencendo o lado que contar com soldados mais determinados, melhores armas, maior contingente, etc.
etc.

ANÁLISE

Quando soldados brigam, brigam por ideais. Soldados de verdade não brigam por dinheiro ou por outra coisa qualquer que não seja seu amor e dedicação ao país onde nasceram e aos regimentos onde passaram boa parte de suas vidas. Com um exército dividido é preciso que exista um grande general com capacidade de unir forças e convencer seus homens a combaterem o inimigo comum.

Duque de Caxias fez isto mais de uma vez.

ESTIMATIVA: Se ocorrer de persistirem forças militares brasileiras combatendo-se mutuamente, haverá um período talvez longo demais para uma sociedade que não está preparada e nem sequer pensou numa eventualidade destas, visto que os mais humildes dedicam grande parte de seu tempo às novelas e à escalação de times de futebol enquanto os mais cultos ocupam as horas vagas em intermináveis divagações sobre o direito dos gays, dos negros, dos índios, dos viciados, dos criminosos, dos presidiários, etc.... etc...

Infelizmente também haverá de correr muito sangue num cenário como este.

CENÁRIO C.

VIOLÊNCIA EXTREMA

Sentindo que será impossível uma vitória frente às FFAA, a organização operário-comunista brasileira que antecipadamente havia comprado apoio de vários países do Caribe, América Central e América do Sul, seja realizando obras, seja recheando o bolso de políticos dos mais variados escalões, resolve que a decisão de uma América do Sul comunista é irrenunciável apela para o cúmulo da traição: (e isto não é nada improvável) pede que nossos “vizinhos socialistas” do Equador, Bolívia, Cuba, Venezuela, etc. entrem em nosso território e os ajudem a assassinar nossos soldados.

Mais cruel que um cenário destes é, além de permitir o ingresso de tropas latinas, convidar russos, chineses e norte-coreanos para também entrarem na luta, o que também, tratando-se de comunistas sejam brasileiros ou não, não se deve duvidar.
Num provável quadro como este, muitas famílias verão seus filhos ainda jovens ou convocados pelas FFAA ou simplesmente sequestrados por milicianos e obrigados a lutar. É UM entre os piores cenários que se pode prever.

ANÁLISE

EM QUALQUER DOS CENÁRIOS, QUALQUER intervenção militar, mesmo com garantias constitucionais e vasto apoio popular, se não tiver, REAL E OBJETIVAMENTE o apoio da população, lutando ombro-a-ombro com nossos soldados, para demonstrar claramente e em voz alta, aos berros se for preciso, que somos duzentos milhões e que tanto gente daqui quanto gente de fora, NINGUÉM PASSARÁ!

E se tiver que correr sangue, que, antes de nós, pensem eles nas palavras do grande presidente americano Thomas Jefferson:

"O povo, em sua totalidade, não pode estar sempre bem informado. A parcela que está errada fica descontente na proporção dos fatos enganosos em que erroneamente acredita. Se permanecerem em silêncio surgirá a letargia e a morte avançará para sufocar as liberdades individuais".

Que país já aguentou um século e meio sem uma revolução?

E que país pode preservar suas liberdades, se suas autoridades, de tempos em tempos, não forem advertidas de que o povo mantém seu espírito de resistência?

Deixem que esta gente (do PT e do MST) pegue em armas… Que significam algumas vidas perdidas em um século ou dois? Vez por outra, a árvore da liberdade necessita ser regada com o sangue dos patriotas e dos tiranos. É este seu adubo natural.

LEMBRETE FINAL:

A MEU VER, O MAIS CRUEL DE TODOS OS CENÁRIOS, PORQUE CEIFARÁ UM NÚMERO DE VIDAS INFINITAMENTE MAIOR QUE QUALQUER OUTRO QUE ATÉ AGORA VOCÊ POSSA TER IMAGINADO

— Sendo verdadeiro que o PT realmente roubou tudo que se diz que foi roubado, os vários BILHÕES daqui, outros tantos BILHÕES dali... o desvio de tão vultosa quantia não foi para deixar ricos a Lula e seu filho. Foi para pagar homens, armas e maquinas de guerra para conquistar o Brasil.
E se neste tabuleiro de trágicos presságios nenhum movimento for feito, seja por nós, seja por nossas FFAA, em menos de dois anos, estaremos todos vivendo as agruras de um regime comunista.


P.S - Quer ajudar a evitar tudo isto de ruim? Comece fazendo o óbvio: ajude a esclarecer as pessoas que estão mais próximas de você nas redes sociais. Compartilhe este post o máximo que puder. Quanto mais gente esclarecida existir, mais seguros e determinados se sentirão nossos homens nas FFAA. Precisamos lhes acenar com a confiança necessária para que entendam que jamais os deixaremos sozinhos. E que nunca, outra vez, haveremos de criticá-los, façam o que fizerem.

Ai de ti, Brasil!




Arnaldo Jabor

Ai de ti, Brasil, eu te mandei o sinal, e não recebeste. Eu te avisei e me ignoraste, displicente e conivente com teus malfeitos e erros. Ai de ti, eu te analisei com fervor romântico durante os últimos 20 anos, e riste de mim.
Ai de ti, Brasil! Eu já vejo os sinais de tua perdição nos albores de uma tragédia anunciada para o presente do século XXI, que não terá mais futuro.
Ai de ti, Brasil – já vejo também as sarças de fogo onde queimarás para sempre! Ai de ti, Brasil, que não fizeste reforma alguma e que deixaste os corruptos usarem a democracia para destruí-la. Malditos os laranjas e as firmas sem porta.
Ai de ti, Miami, para onde fogem os ladrões que nadam em vossas piscinas em forma de vagina e corcoveiam em “jet skis”, gargalhando de impunidade. Malditas as bermudas cor-de-rosa, barrigas arrogantes e carrões que valem o preço de uma escola. Maldita a cabeleira do Renan, os olhos cobiçosos de Cunha, malditos vós que ostentais cabelos acaju, gravatas de bolinhas e jaquetões cobertos de teflon, onde nada cola. Por que rezais em vossos templos, fariseus de Brasília? Acaso eu não conheço a multidão de vossos pecados???
Ai de vós, celebridades cafajestes, que viveis como se estivésseis na Corte de Luís XIV, entre bolsas Chanel, gargantilhas de pérola, tapetes de zebra e elefantes de prata. Portais em vosso peito diamantes em que se coagularam as lágrimas de mil meninas miseráveis. Ai de vós, pois os miseráveis se desentocarão, e seus trapos vão brilhar mais que vossos Rolex de ouro. Ai de ti, cascata de camarões!
Tu não viste o sinal, Brasil. Estás perdido e cego no meio da iniquidade dos partidos que te assolam e que contemplas com medo e tolerância? Cingiram tua fronte com uma coroa de mentiras, e deste risadas ébrias e vãs no seio do Planalto.
Ai de vós, intelectuais, porque tudo sabeis e nada denunciais, por medo ou vaidade. Ai de vós, acadêmicos que quereis manter a miséria “in vitro” para legitimar vossas teorias. Ai de vós, “bolivarianos” de galinheiro, que financiais países escrotos com juros baixos, mesmo sem grana para financiar reformas estruturais aqui dentro.
Ai de ti, Brasil, porque os que se diziam a favor da moralidade desmancham hoje as tuas instituições, diante de nossos olhos impotentes. Ai de ti, que toleraste uma velha esquerda travestida de moderna. Malditos sejais, radicais de cervejaria, de enfermaria e de estrebaria – os bêbados, os loucos e os burros –, que vos queixais do país e tomais vossos chopinhos com “boa consciência”.
Ai de vós, “amantes do povo” – malditos os que usam esse falso “amor” para justificar suas apropriações indébitas e seus desfalques “revolucionários”.
Ai de vós, que dizeis que nada vistes e nada sabeis, com os crimes explodindo em vossas caras.
Ai de ti, que ignoraste meus sinais de perigo e só agora descobriste que há cartéis de empresas que predam o dinheiro público, com a conivência do próprio poder. Malditas sejam as empresas-fantasma em terrenos baldios, que fazem viadutos no ar, pontes para o nada, esgotos a céu aberto e rapinam os mínimos picuás dos miseráveis.
Malditos os fundos de pensão intocáveis e intocados, com bilhões perdidos na Bolsa, de propósito, para ocultar seus esbulhos e defraudações. Malditos também empresários das sombras. Malditos também os que acham que, quanto pior, melhor.
A grande punição está a caminho. Ai de ti, Brasil, pois acreditaste no narcisismo deslumbrado de um demagogo que renegou tudo que falava antes, que destruiu a herança bendita que recebeu e que se esconde nas crises, para voltar um dia como “pai da pátria”.
Maldito esse homem nefasto, que te fez andar de marcha à ré.
Ai de ti Brasil, porque sempre te achaste à beira do abismo ou que tua vaca fora para o brejo. Esse pessimismo endêmico é uma armadilha em que caíste e que te paralisa, como disse alguém: és um país “com anestesia, mas sem cirurgia”.
Ai de vós, advogados do diabo que conseguis liminares em chicanas que liberam criminosos ricos e apodrecem pobres pretos na boca do boi de nossas prisões. Maldita seja a crapulosa legislação que vos protege há quatro séculos. Malditos os compradiços juízes, repulsivos desembargadores, vendilhões de sentenças para proteger sórdidos interesses políticos.
Malditos sejam os que levam dólares nas meias e nas cuecas e mais ainda aqueles que levam os dólares para as Bahamas. Ai de vós! A ira de Deus não vai tardar...
Sei que não adianta vos amaldiçoar, pois nunca mudareis a não ser pela morte, guerra ou catástrofe social que pode estar mais perto do que pensais. Mas, mesmo assim, vos amaldiçoo. Ai de ti, Brasil!
Já vejo as torres brancas de Brasília apontando sobre o mar de lama que inundará o Cerrado. Já vejo São Paulo invadida pelas periferias, que cobrarão pedágio sobre vossas Mercedes. Escondidos atrás de cercas elétricas ou fugindo para Paris, vereis então o que fizestes com o país, com vossa persistente falta de vergonha.
Malditos sejais, ó mentirosos, vigaristas, intrujões, tartufos e embusteiros! Que a peste negra vos cubra de feridas, que vossas línguas mentirosas sequem e que água alguma vos dessedente.
Ai de ti, Brasil, o dia final se aproxima.
Se vossos canalhas prevalecerem, virá a hidra de sete cabeças e dez chifres em cada cabeça e voltará o dragão da Inflação. E a prostituta do Atraso virá montada nele, segurando uma taça cheia de abominações. E ela estará bêbada com o sangue dos pobres, e em sua testa estará escrito: “Mãe de todas as meretrizes e mãe de todos os ladrões que paralisam nosso país”.
Ai de ti, Brasil! Canta tua última canção na boquinha da garrafa.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

QUANDO UM AMOR SE VAI...






L. Telles Bezerra



Quando um amor se vai
Fica a tristeza cruel
Tão amarga quanto o fel
É uma vida que se esvai!

Quando um amor se vai
Nada se torna coerente
Destrói a vida da gente
Quando um amor se vai!

Quando um amor se vai
Vai embora a esperança
Fica a mágoa como herança
E uma noite escura cai

Quando um amor se vai
Nada mais nos interessa
Alegria finda... A tristeza começa
Se um amor se vai...

É como morrer em vida
É acordar num deserto
Se não a tenho por perto
Sangra a minha ferida!

Quando um amor se vai
Termina também uma vida
A dor no peito contida
Machuca e nunca sai

O amor que sinto por ti
Tem a dimensão da minh’alma
De tão grande nunca se acalma
Berra dentro do peito, chora e clama por ti

Não existe poema capaz
Não tem cantiga que cante
A minha dor lancinante
Nunca termina, não se desfaz!

Ter me matado melhor seria
Quem morre não sente dor
Pois morrer de amor
Mil vezes desejaria!



















terça-feira, 13 de outubro de 2015

UMA CLEPTOCRACIA PODRE NO PODER


Lula, o rato


L. Telles Bezerra



A história do Brasil jamais registrou algo tão imundo em seus anais como o que está acontecendo hoje. Nunca vimos tantos crimes serem cometidos impunemente por quem deveria zelar pela Constituição Federal e as Leis existentes no País. Nunca vimos tantos bandidos empoleirados no poder de uma só vez com o beneplácito de todas as autoridades inúteis e caríssimas que temos nessa cloaca a céu aberto em que se tornou o Brasil. A era petista será um marco vergonhoso na nossa história para o sempre. Uma terrível nódoa que nenhum tipo de detergente jurídico será capaz de apagar. Permanecerá incólume para sempre e influenciará gerações vindouras com seus efeitos colaterais malignos.

Eu sofri feito um desgraçado com a primeira candidatura de Lula à presidência. Pensei que elementos perniciosos como ele jamais seriam aceitos como candidatos, sequer para alguma vereança de um reles município do interior da Amazônia, muito menos para o cargo máximo da Nação brasileira. Mas, eu estava equivocado. Não existe, no Brasil, algo que esteja tão ruim que não possa ser piorado, e foi! Aceitaram um analfabeto grotesco, sem um mínimo de qualidades para exercer um cargo público de qualquer natureza, por ser quem é: um escroque da pior qualidade.

Mas, apesar da desqualificação em todos os níveis e tipos, Lula não só foi aceito, como foi enaltecido por figuras eminentes do meio político nacional como um potencial líder em ascensão. Fernando Henrique Cardoso, era um dos seus maiores admiradores, pois sempre foi adepto das piores escolhas sua vida inteira. Esse intelectual idiota e irresponsável, fez de Lula um candidato real, ao recebê-lo e treina-lo em sua chácara de Ibiúna, fins de semana seguidos em companhia da esposa Marisa, como revelou numa entrevista por mim presenciada.

Lula teve a ajuda de homens e mulheres do naipe de Fernando Henrique Cardoso (seu mentor e protetor), Dalmo Dalari, Marilena Chauí (a louca), D. Paulo Evaristo Arns, mais uma reca de idiotas de todas as universidades do Sudeste que o apoiaram sem qualquer preocupação. Essas pessoas viam no “grande líder” o cavalo de troia para a chegada ao poder da escória vermelha que tanto tentou inutilmente o intento e sempre foi barrada pelas Forças Armadas de outrora. Empresários como Abilio Diniz, que sofreu um sequestro por ordem exclusiva dos petistas, também apoiou a candidatura de Lula, por incrívelque possa parecer.

Agora, chegara o momento único para que todas as tendências esquerdopatas brasileiras se aglutinassem em torno de um único nome: Luiz Inácio da Silva, vulgo Lula, o salvador de todos os imbecis e ladrões do Brasil. Aí está o resultado. Estamos vivenciando a pior desgraça já abatida sobre a cabeça dos brasileiros imbecilizados por lavagem cerebral, desenvolvida ao longo do período que iniciou-se após a saída dos militares do poder em 1985. Eles fizeram seu dever de casa corretamente sem qualquer falha. Conseguiram dominar a mente de estudantes e jornalistas vulneráveis às suas meticulosas mentiras sobre o Regime Democrático Militar, aludindo sempre para as suas supostas perversidades cometidas "contra o povo brasileiro", que na realidade se constituía deles mesmos, os malfeitores. Nunca o povo brasileiro foi tão respeitado e protegido quanto no período de 21 anos do RDM. Nunca tivemos tanta prosperidade, tanta segurança em todos os sentidos, como no período compreendido entre 1º de abril de 64 a 15 de março de 1985 quando o primeiro presidente civil, José Sarney (um corrupto sem vergonha), assumiu interinamente a presidência da República, com a enfermidade de Tancredo Neves, o presidente eleito. Em 21 de abril de 1985, Sarney assumiu a presidência em definitivo, iniciando ali a saga de roubalheiras, que se seguiu até os dias de hoje.

Depois da posse em definitivo de José Sarney, todos os tipos de crimes foram praticados no Brasil por todos os tipos de escroques que habitavam e ainda habitam o meio político nacional, já que não mais existia a vigilância ostensiva e constante dos militares. Os escândalos se seguiram sem controle no governo do maranhense deixando todos estupefatos. A inflação disparou atingindo inimagináveis índices, transformando a vida dos brasileiros num total descalabro. 
O quinteto de peso para a desgraça do Brasil


E por fim, tivemos o desastre Collor de Mello, um bravateiro indecoroso que foi cassado por improbidade administrativa pelo Congresso Nacional, em 1992.

Depois dos desastrosos e ineficazes planos econômicos que se seguiram desgraçando a todos, finalmente o Plano Real, do governo Itamar Franco, pôs termo à inflação, aliviando a Nação da terrível catástrofe que atingia a todos devastadoramente. Estava contida a alta dos preços sem qualquer congelamento, mas a corrupção, não! Essa continuaria cada vez mais crescente e dominando tudo.

Depois do término do segundo mandato de FHC, assumiu o governo federal a pior escória originada nos sindicatos do ABC paulista, sob a batuta de um rato da pior espécie escolhido que foi por 54 milhões de irresponsáveis eleitores. Sua vitória foi comemorada de norte a sul de leste a oeste como a vitória de um metalúrgico que salvaria o Brasil. Mas... Salvaria do que? Quem ameaçava o Brasil? Que forças malignas estava nos ameaçando que Lula enfrentaria bravamente e nos salvaria do desastre?

Não havia nada para ser salvo a não ser o próprio Brasil das garras sujas desse meliante canalha que se apossou da Nação como um assaltante se apossa do produto de seu roubo. Ele detinha as chaves de todos os cofres da Nação brasileira, sem exceção, e iniciou sua missão de demolir o que fora construído em 21 anos de muita luta e muito derramamento de sangue inocente por uma corja de patifes avermelhados. Lula estava com a faca e o queijo nas mãos para fazer do Brasil o que bem quisesse e como quisesse. Assumiu a presidência e começou a roubar o dinheiro da Nação sem dó nem piedade.

Depois de quase 13 anos, estamos à beira de um abismo sem fundo por causa de uma elite política digna dos piores guetos da humanidade. Uma corja de bandidos nunca vista em nenhum lugar do mundo. A quantidade de crimes praticados por essa súcia de bandidos é tão grande que seria preciso investigações por mais de 50 anos e mesmo assim não se chegaria a termo para a apuração total dos crimes cometidos sob o comando de Lula e seus sequazes. Foi instalada no Brasil, eu já o dizia desde 2011, uma cleptocracia que a tudo domina e que será duro de destituir do poder devido ao aparelhamento da Justiça em seu mais alto patamar, o Supremo Tribunal Federal.
Renan e Cunha sob investigação e Dilma quase sob impeachment.Adicionar legenda


Estamos tentando o impeachment de Dilma Rousseff e a prisão do bandido chefe de tudo, o meliante Lula da Silva, que se tornou um dos bandidos mais ricos do Brasil em todos os tempos, á custa do dinheiro dos aposentados, doentes e pobres dessa Nação miserável. O pior de tudo é que os dois presidentes das duas casas legislativas da República estão sendo investigados por seus crimes e não sobrará senão o presidente do STF, um petista de carteirinha para assumir o lugar de Dilma Rousseff, caso ela seja destituída por impeachment.

Que situação estamos vivendo hoje no Brasil!



sexta-feira, 9 de outubro de 2015

UMA CRIMINOSA QUE NÃO RECONHECE A LEGISLAÇÃO




L. Telles Bezerra

É humilhante ouvir o que diz a presidente brasileira sobre o processo de impeachment. Ela parece não querer admitir a Lei maior da Nação, a Constituição de 1988, quando seus mandamentos a obrigam a obedecer a legislação existente. Em declarações indigentes e ofensivas à consciência jurídica nacional, Dilma Rousseff procura destorcer a verdade em benefício próprio, quando diz que está sofrendo um golpe antidemocrático ao ser contemplada nos muitos pedidos de impeachment contra ela existentes no Congresso Nacional. É a mania criminosa de petistas de não quererem reconhecer o texto das Leis brasileiras e seguir suas próprias “leis”, ou seja, as “leis” da prática criminosa petista comumente usada para prevaricar.

Dilma Rousseff, terá que amargar seu impedimento por ser uma criminosa desavergonhada desde muito tenra idade quando militou nas brigadas terroristas da VAR-Palmares, entidade do mal que planejou e executou militares brasileiros, assaltou, matou, praticou o terrorismo indiscriminado contra inocentes. Quem foi criminoso não deixa nunca de ser criminoso. Dilma Vana Rousseff não mudará nunca, será sempre uma delinquente eterna. Por esse motivo, deverá ser escorraçada do cargo que ocupa ilegitimamente a partir do reconhecimento pelo Tribunal de Contas da União – TCU, de seus crimes contra a Lei de Responsabilidade Fiscal. Fora, Dilma!

Assistam a esse vídeo: (https://www.facebook.com/capitaodecorveta/videos/535215926629233/|)

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

ASCENÇÃO E QUEDA DA MAIOR QUADRILHA DE BANDIDOS DO MUNDO ( Episódio 1- o início de tudo)





L. Telles Bezerra



Dizia o eminente premier britânico Sir Winston Churchill: "O vício inerente ao capitalismo é a distribuição desigual das riquezas; o do socialismo é a distribuição por igual das misérias." Eu complemento dizendo que: “O vício dos petistas é se apropriar do dinheiro público em proveito pessoal!”

Em 1989, no norte da Bahia, uma quadrilha constituída por 7 bandidos, todos eles membros de carteirinha do partido dos Trabalhadores, PT, de Pernambuco, praticaram dois assaltos a duas agências do Banco do Brasil, em duas cidades distintas naquele Estado. Os meliantes foram presos pela polícia baiana e postos à disposição da Justiça. Depois disso ninguém mais soube o que aconteceu com eles, mas acostumados com as atitudes dos petistas, tenho certeza de que foram postos em liberdade sem cumprirem qualquer sentença. A direção nacional da quadrilha de Lula declarou à imprensa que os sete meliantes petistas seriam expulsos do partido... Mentira!! Eles nunca foram sequer advertidos quanto mais expulsos e ainda receberam total assitência jurídica por parte dos advogados do PT.
Algum tempo depois, no norte do Paraná, dois elementos registrados como membros do PT de Londrina, naquele Estado, foram presos por assaltarem uma agência do Banco do Brasil, no norte do Paraná, tal como aconteceu no norte da Bahia. Nada aconteceu com a dupla sagrada de bandidos da estrela vermelha, como é de praxe.

Começava assim a saga de um partido/quadrilha, que se tornou perigosíssimo para o Brasil e seu povo. Ao longo dos anos seguintes, os dirigentes do PT ampliaram suas ações criminosas com o fim de amealhar fundos para financiar suas campanhas de início municipais. Não foi sem motivos que eles se associaram aos terroristas que atuavam em El Salvador e Nicarágua e os trouxeram para cá onde sequestraram 6 empresários de São Paulo e do Rio de Janeiro.
Sequestro de Abilio Diniz
Quem não se lembra do sequestro do empresário dono do Pão de Açúcar, Abílio Diniz? Os que viveram na época viram a quantidade de camisetas e panfletos com o logotipo do PT apreendidos pela polícia civil paulista, dentro do esconderijo onde os terroristas mantinham o sequestrado. Eram milhares de panfletos e camisetas vermelhas, inclusive vestindo muitos dos 11 sequestradores. O policial encarregado da equipe que invadiu o aparelho deu declarações peremptórias a respeito dessa apreensão. Depois de presos, os sequestradores receberam total apoio dos petistas numa iniciativa criminosa, descarada e apoiada indiretamente pelo governador de São Paulo, à época, Orestes Quércia, do PMDB, que nada fez para manter no xadrez os 11 marginais. Ao contrário, os policiais que atuaram no desmantelo da quadrilha desapareceram do mapa. Dizem que foram todos transferidos para lugares inóspitos dentro do estado de São Paulo, como “prêmio”.

Muito bem!

Essas foram as ações preliminares praticadas pela quadrilha montada por Lula e Zé Dirceu para torna-los bilionários como realmente estão. Começaram assaltando bancos (sempre o Banco do Brasil) e terminaram por assaltarem a Nação por completo em todos os patamares. Essas ações deixavam claríssimos os propósitos desses meliantes infiltrados na política nacional, no sentido de se locupletarem com o dinheiro público. O passo seguinte foi a eleição de prefeitos e vereadores Brasil a fora pela legenda nefasta da maldita estrela vermelha.

Com a vitória de petistas para desempenharem as funções de prefeitos no Brasil inteiro, as coisas começaram a fluir favoravelmente para a quadrilha montada e tornada sólida com o apoio sistemático da esquedopatia brasileira. Foi das prefeituras petistas que saíram bilhões de reais para as campanhas do PT e para encher os bolsos dos principais líderes e cabeças da agremiação criminosa. Denúncias feitas por um dos fundadores do PT, o economista Paulo de Tarso Venceslau (que foi terrorista na época do Regime Democrático Militar), a Lula, líder maior do PT, provocaram sua expulsão do partido/quadrilha. Tempos após ele foi vítima de dois atentados à bala contra sua vida na Rodovia Ayrton Sena, quase o matando. Foi graças a um empreiteiro e seu "cumpade", Ricardo Teixeira, que atua nas prefeituras do PT que Lula recebeu de presente o duplex de cobertura em São Bernardo do Campo onde mora até hoje.
A dupla sinistra
Muitos esquerdistas tinham no PT seu meio ideológico para a conquista do estado e, portanto, do poder. Mas, a maioria, parece-me, não tinha qualquer ideologia clara, apenas usava o já surrado termo SOCIALISMO como referência e arma poderosa para conquistarem o povão ignorante e burro. Foi assim que Lula, um apedeuta sem qualquer noção e interesse por adquirir cultura ou ideologia, iniciou sua carreira de crimes utilizando-se do PT. Seu intuito era enriquecer á custa do dinheiro fácil popular. Parece que conseguiu, segundo o criminalista Helio Bicudo.

Chegando à presidência da república através de eleições legais e legítimas, Lula da Silva apoderou-se da chave dos cofres da Nação e desmandou à vontade. Fez o que bem quis e deixou que roubassem a Nação de uma forma escandalosa e sem controle. Após seus dois desgovernos elegeu com folga sua sucessora, a incompetente e desastrosa Dilma Vana Rousseff, uma criminosa que atuou como terrorista por anos seguidos durante o Regime Democrático Militar e, portanto, sem qualificação para assumir um cargo de faxineira de cais de porto. Mesmo assim elegeu-se por duas vezes graças ao seu patrocinador e suas artimanhas criminosas, trazendo seis meliantes cibernéticoss da Venezuela para fraudarem a eleição de 2014 por uma ninharia de "apenas" R$ 136 milhões. Agora estamos no limiar de sua derrocada através das ações do TSE e da rejeição de suas contas pelo TCU, além da Operação Lava-Jato que, com certeza, achará o fio da meada para desmascarar essa meliante .

Assistam, por gentileza, a esse vídeo que disponibilizo no link abaixo:

                         (https://www.facebook.com/capitaodecorveta/videos/535215926629233/)

Ministro relator do TCU, Augusto Nardes
Hoje, tivemos o julgamento pelo TCU, das contas do governo federal do ano de 2015. Antes desse julgamento histórico, o advogado-geral da União entrou no STF, com um pedido de impedimento do relator do processo do governo Dilma, sob a alegação de que ele havia declarado seu voto à imprensa tornando-se impedido de continuar no posto. O ministro Luiz Fux negou provimento ao pedido do titular da AGU, dando total liberdade e autorização plena para que o julgamento que se seguiu pudesse ser realizado. O resultado no TCU, foi a rejeição por unanimidade das contas da "incompetenta" Dilma Rousseff. O próximo capítulo será escrito muito brevemente. Aguardemos com paciência, mas nunca sem a devida vigília e fiscalização às ações dos atores encarregados.




A SÓRDIDA VINGANÇA MAL ENGENDRADA DE ROUSSEFF


DILMA, A TERRORISTA VINGATIVA


L. Telles Bezerra




Num passado não tão longínquo, as Forças Armadas brasileiras enfrentaram um bolsão de guerrilha do PC do B, na região do Bico do Papagaio, onde se unem os estado do Pará, Tocantins (antes Goiás) e Maranhão. Naquela época, final dos anos 60, algumas dezenas de comunistas treinados em diversos países comunistas (Cuba, China e países da órbita soviética) sob o comando de Maurício Grabois, infiltraram-se nas comunidades às margens do Rio Araguaia e iniciaram suas atividades. Distribuídos em grupos, os guerrilheiros simularam-se em médicos, parteiras, dentistas, professores e negociantes para obterem a confiança dos habitantes daquela inóspita região. Somente em meados de 1972 é que os serviços de informações do Exército Brasileiro descobriram as atividades subversivas desse bando de terroristas e de imediato puseram-se a trabalhar para desarticular e liquidar com eles. 
Tropa pronta para entrar em ação na selva do Araguaia
Essa corja de malfeitores a serviço de URSS, China e Cuba de Fidel Castro, este até então considerado pelas esquerdas como um herói imbatível, foi desmoralizado no enfrentamento de seus pupilos contra nossos comabtentes de selva, os melhores do planeta!

Tomando conhecimento das atividades dessa escória vermelha, as FFAA brasileiras reuniram seus efetivos e os deslocaram para a região alvo, em busca de informações precisas para embasar uma contraofensiva imediata. Inicialmente, houve alguns contratempos por parte da tropa mal treinada e sem capacidade de combater elementos senhores do terreno. Numa manobra estratégica e de reorganização, os militares montaram sua estratégia e para lá deslocaram pelotões de elite treinados em guerra na selva e com destemor para enfrentar qualquer parada. Infiltraram-se na região e tomaram suas posições levantando cada ponto, cada atuação dos vermelhos, remetendo as informações rapidamente para o centro de processamento instalado próximo dos locais alvos. 


Depois de mapearem todos os locais onde os guerrilheiros atuavam, as missões começaram tendo à frente comandantes altamente treinados e com moral altíssimo para irem até as profundezas do inferno verde ali existente em busca dos meliantes vermelhos encardidos. Ao longo de dois anos, as forças militares atuaram prendendo os que se entregaram sem resistência e enviando aos braços de satanás os que resistiram à bala as forças de segurança do Estado brasileiro. O primeiro a cair foi o filho do chefão, André Grabois que havia assaltado um posto policial da PM do Pará, agredindo a coronhadas de fuzil o efetivo do posto, deixando-os somente de cuecas e sem quaisquer meios para os perseguirem. Coube ao destemido e heroico Capitão Licio Maciel, à frente de seu pelotão, dar cabo dos patifes. Essa primeira investida abalou e muito o moral dos guerrilheiros, que, após assaltarem o posto policial deixaram um recado desaforado para as forças de segurança que os perseguissem: seriam trucidados sem piedade!
Osvaldão, "o valentão"
Depois de árduas batalhas e perseguições indescritíveis dignas de serem transformadas em filme de grande estatura, as FFAA por fim desbarataram o bolsão de guerrilha e mataram todos os meliantes livrando o Brasil de uma nova FARC. Vale a pena ler o diário do comandante da guerrilha, Mauricio Grabois e constatar sua crueldade e frieza para com a morte de seus camaradas. Seu próprio filho, quando foi abatido, não abalou um milímetro a vontade de transformar o coração do Brasil num coito do comunismo pregado e ensinado na academia de Pequim, onde ele e seu braço direito, o “legendário” Osvaldão, considerado o mais valente de todos os guerrilheiro do Araguaia, fizeram cursos de guerrilha e outras práticas subversivas para praticarem no interior do Brasil. Na verdade, esse último canalha não passava de um tremendo covardão, que assassinou por emboscada o Cabo Rosa, quando este e mais dois companheiros tomavam banho desarmados num rio.
O guerrilheiro de festim, José Genoíno (Geraldo) preso
 Quando em combate, o valentão Osvaldão, tremendo de medo de morrer escondeu-se atrás de uma moita, foi morto por um bate-pau com um tiro de espingarda soca-soca na cara, após o civil chama-lo pelo nome e o mesmo ter se levantado de onde estava escondido. Numa dessas missões, foi preso o famoso "guerrilheiro de festim," o hoje mensaleiro ladrão José Genoíno, visto na foto acima sentado, após ser preso pelo pelotão do Cap Licio Maciel. Genoíno foi preso por ordem do Cap Licio Maciel, o qual foi amarrado e enviado a Brasília para ser interrogado. Esse canalha não levou um tapa na cara e disse a todos que foi torturado e forçado a entregar seus camaradas. Tudo não passou de uma desavergonhada mentira desmascarada em sua presença, num discurso proferido pelo Cel Licio Maciel (militar que o prendeu nas selvas do Araguaia) na tribuna da Cãmara dos Deputados.

Vejam aqui nesse vídeo; (https://youtu.be/24EXH0swT2Q)
TenCel Licio Maciel condecorado com a Medalha Tiradentes e Fávio Bolsonaro
Não foi uma missão fácil localizar e acabar com a guerrilha do Araguaia, não fosse o informe precioso de um casal de jovens desertores presos em Fortaleza. A deserção desse casal deu-se em razão de Mauricio Grabois ter exigido que a moça grávida abortasse seu filho em benefício da guerrilha. Revoltados, os dois evadiram-se do local indo parar em Fortaleza, onde foram capturados pela polícia por não portarem documentos. A gestante teve a assistência do pai do hoje Gen Div Ref Francisco Torres de Melo, que a conduziu à maternidade onde deu à luz seu rebento com todo o conforto. Durante toda a maternidade, a moça foi assistida de todas as maneiras pelo pai do então coronel Torres de Melo. 
João Amazonas, líder do PC do B nunca deu um tiro em seu apartamento confortável


Os líderes dessa guerrilha permaneceram durante todo o combate, confortavelmente instalados em seus apartamentos com ar condicionado nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, enquanto estudantes secundaristas muito jovens e alguns universitários levavam balas nas matas fechadas da Amazônia. Os recrutadores de novos membros conseguiam ludibriar jovens de tenra idade para lutarem pelo comunismo internacional no interior da selva inclemente do Araguaia, local insalubre e cruel até para gente treinada para tanto. Muitos dos mais de 70 guerrilheiros abatidos nos confrontos queriam desertar e desistir da proeza impossível, mas se viam proibidos pelos chefões dos seus grupamentos. Quem falasse em desistir era sumariamente fuzilado no ato. 
Guerrilheiros presos


Pois bem, depois de dois anos de peleja e após ter causado a morte de valorosos soldados, o PC do B sofreu a mais fragorosa derrota no seu intento de implantar no centro do Brasil um núcleo guerrilheiro, que objetivava expandir-se para todas as regiões do País, não fosse a pronta intervenção das nossas gloriosas Forças Armadas. O PC do B recebia verbas da China comunista e da URSS, através de Cuba, para assassinar nossos filhos em nome de uma escória ideológica patrocinada por potências estrangeiras em nosso solo sagrado. Essa corja de patifes ainda é representada no Congresso Nacional por uma súcia de meliantes liderada por Aldo Rebelo que agora assume o comando das FFAA, como o novo ministro da Defesa – vejam vocês -- por ordem expressa de Dilma Rousseff, que atuava também à época como uma terrorista sem qualquer noção de patriotismo ou lealdade para com seus compatriotas. A nomeação desse comunista é um acinte a todos os militares mortos na guerrilha do Araguaia e visa a desmoralização dos militares como forma de se vingarem da derrota fragorosa que sofreram na inóspita região do Araguaia. 
Aldo Rebelo (PC do B-AL), atual ministro da Defesa


Um artigo do jornalista Carlos Chagas (http://www.tribunadainternet.com.br/provocacoes-desnecessarias/), deixa muito bem claro a intenção da bruxa vermelha ao nomear um membro do partido comunista, que enfrentou os militares heroicos na guerrilha em pauta. É uma sórdida e desnecessária vingança, que não causará a reviravolta no resultado havido na década de 70, mas humilha os militares de uma maneira rasteira e irritante. Essa nomeação deixa muito mal os militares que se veem na obrigação de prestar continência a um representante do que de pior existiu nos tempos em que o Regime Democrático Militar, liquidou com seus bandidos em Xambioá e demais localidades do Bico do Papagaio. Vamos ver como ficará essa nomeação. Vamos ver até onde irá a pouca vergonha de Dilma defunta Rousseff.



terça-feira, 6 de outubro de 2015

Casas de suecos podem ser confiscadas para acomodarem candidatos a asilo


Um mês de Islã e multiculturalismo na Suécia: agosto de 2015

3 de agosto: Ahmad El-Moghrabi, 21, que não possui carteira de habilitação, foi acusado de dirigir feito um louco pela cidade de Malmö em fevereiro, quase matando uma mãe e seu bebê. Em 11 de fevereiro, ele dirigia um automóvel Mercedes de luxo em alta velocidade, com alguns passageiros árabes, um deles um extremista bem conhecido, quando a polícia tentou fazê-lo encostar o veículo. Em vez de parar, El-Moghrabi acelerou atingindo uma velocidade de aproximadamente 150 quilômetros por hora em uma movimentada rua da cidade de Amiralsgatan, onde a velocidade máxima é de 40 quilômetros por hora.
A perseguição acabou quando o carro de El-Moghrabi bateu em alguns veículos estacionados. Três pessoas ficaram feridas, um bebê e sua mãe sofreram ferimentos graves com risco de morte após serem prensados entre os automóveis.

O NOSSO FUTURO POR UM FIO

Obama fecha acordo transpacífico com o premier japonês






L. Telles Bezerra

Dessa vez tratarei de dois assuntos de relevância inquestionável para o futuro da Nação.


O TCU E AS PEDALADAS FICAIS DE ROUSSEFF


O primeiro tema de que tratarei é um dos que levei à baila ontem na minha crônica anterior: “O País do crime e dos criminosos impunes”. Tratava da tentativa golpista de três patéticos agentes governamentais petistas, que teimam ainda excluir o ministro Augusto Nardes da relatoria das pedaladas fiscais praticadas por Dilma Rousseff. Essas três patéticas personagens não se envergonham do seu papel ridículo e criminoso de evitar a degola de uma vigarista que se mantém ilegalmente na presidência, uma vez que sua eleição foi fraudada miseravelmente por um ministro do TSE e seis bandidos da Smartmatic da Venezuela ao preço absurdo e criminoso de R$136 milhões. Apesar da forte pressão exercida contra o ministro Nardes, este não se afastará de suas funções no TCU e seus pares, possivelmente por unanimidade, deverão mantê-lo na relatoria do processo contra Dilma Rousseff, a “presidanta.”

Dizem os anais do TCU, que é a primeira vez na história daquele Tribunal, que as contas de um presidente da República serão rejeitadas. Como sempre dizia o ladrão de Caetés, Lula da “Çilva”, “nunca, na história desse País", políticos cometeram tantos crimes contra a Nação brasileira como na gestão dos petistas. A coroação dessa era de roubalheiras descontroladas será feita através do impedimento da atual presidente da República, a senhora Dilma Vana Rousseff, cujo histórico é de crimes hediondos, aí incluídos assassinatos, assaltos a bancos e quartéis, sequestros e atentados terroristas a quartéis do Exército e Força Aérea. Não devemos esquecer a primeira façanha dessa terrorista miserável, quando planejou e executou junto com seu bando o assalto ao apartamento da amante de Adhemar de Barros, no Rio de Janeiro, de onde levaram US$ 2.5 milhões. Em qualquer parte do mundo, uma bandida desse calibre jamais seria eleita para síndica de um prostíbulo, mas na pátria de Lula da “Çilva”, ela não só pode ser beneficiada com um cargo público como foi eleita por um povo imbecil para ser sua presidente da República por duas vezes.

As contas dessa estelionatária não só serão julgadas pelo Tribunal de Contas da União, como lhe garantirão o impeachment inevitável como previsto em Lei. Ela será a primeira presidente feminina a ostentar o título de cassada por prevaricação e lesão aos cofres públicos. Os brasileiros de vergonha na cara, eu entre eles, estarão se regozijando com a destituição dessa criminosa do cargo que jamais deveria ter ocupado.



O ACORDO TRANSPACÍFICO


O outro assunto de relevância imensa para o nosso futuro que tratarei aqui, mesmo sem ser economista ou financista, é o acordo comercial assinado entre as nações asiáticas, fora do domínio chinês, e os Estados Unidos da América, ontem. Esse acordo comercial entre os tigres asiáticos, o Japão e a maior economia do mundo é um marco colossal na história comercial do planeta. Enquanto isso acontece com todo sucesso, nós aqui da província esquerdopata latino-americana vamos rastejando em direção ao fundo do poço, sob a tutela de uma escória miserável e medíocre incapaz de enxergar o próprio umbigo por estar preocupada em encher seus bolsos com o dinheiro do povo idiota brasileiro.

Aqui mesmo na América Latina, temos o nosso próprio exemplo com relação ao Mercosul. Firmamos esse tratado comercial entre Paraguai, Argentina e Uruguai, e temos como novo “sócio” uma ditadura sanguinária quebrando todas as regras da sensatez e do próprio estatuto do Mercosul, que proíbe textualmente a inclusão de membros sob regime ditatorial de qualquer espécie. Estamos na contramão da história e navegando contra uma maré hostil e destruidora da nossa economia e da nossa indústria, construídas com muito sacrifício desde a década de 60, quando os heroicos militares visionários deram um certeiro contragolpe contra o câncer comunista que visava a nossa escravidão.

Quando o Regime Democrático Militar foi aqui implantado, éramos a 47ª economia do mundo e assim permaneceríamos não fosse a destemida investida dos Soldados da Pátria contra a gangrena vermelha que visava a nossa dominação por potências marxistas. Lutamos com muitos sacrifícios e com destemor para chegarmos no fim da era militar em 8º lugar entre as economias mundiais. Depois de 21 anos de combate constante contra tudo e contra todos os que nos queriam escravizar, vencemos a guerra, mas entregamos o poder a um bando de canalhas traidores que estão destruindo tudo o que foi construído ao longo de duas décadas.

Estamos em 14º lugar entre as economias do planeta e com séria ameaça de cairmos ainda mais, caso não tomemos uma séria providência e escorracemos do poder essa verminose desgraçada que nos arruína a cada dia que passa. Enquanto o Peru, o Chile e o México se alinharam no Pacto Andino com os EUA, nós ficamos patinando com Cuba, Venezuela, Bolívia, Equador, Paraguai, Uruguai e Argentina, num bloco de miseráveis em crise permanente por falta absoluta de competência e visão do futuro. Ou damos um chute no traseiro dessa escória cancerígena ou sucumbiremos atrelados à ela! Malditos sejam todos os petistas e seus apoiadores miseráveis!

Assistiremos o maior sucesso possível das nações asiáticas e os EUA, no Acordo Transpacífico, enquanto estagnamos num retrocesso criminoso promovido por esquerdopatas irresponsáveis e ladrões que tentam destruir a nossa Pátria. O interessante é que os militares de hoje parecem indiferentes aos fatídicos acontecimentos. Esses, com certeza, não são discípulos de Castelo, Costa e Silva, Médici, Geisel e Figueiredo, pois se o fossem já teriam intervido em favor da Pátria vilipendiada brasileira!

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

O PAÍS DO CRIME E DOS CRIMINOSOS IMPUNES


 
DILMA PRESTES A SER IMPEDIDA POR SUAS PEDALADAS



L. Telles Bezerra



Dois fatos importantes se destacam hoje no noticiário brasileiro. O primeiro, que já se tornou corriqueiro, nos dá a dimensão da tragédia que se abateu no Rio de Janeiro, o cartão postal do Brasil, onde existe um estado criminoso dentro do Estado oficial.

O segundo fato é a capacidade de extrema desfaçatez do governo petista em tentar demolir ou modificar a essência das instituições a seu favor. 

Vamos por partes.

Na noite fatídica de sábado passado, dia 03 de outubro de 2015, um casal de idosos, a senhora Regina Stringari Múrmura, 69 anos, e seu esposo, o senhor José Francisco Antonio Múrmura, 70 anos, saíram de sua residência no tradicional bairro do Leme, para irem a um restaurante na praia de Charitas, Zona Sul de Niterói. Seguindo as indicações do GPS de seu veículo, o senhor Antonio Múrmura, entrou numa rota equivocada que seria trágica para o casal. 

CASAL DE IDOSOS METRALHADO EM NITERÓI, A SENHORA MORREU


Acessando uma rua do mesmo nome da avenida onde fica o restaurante em Charitas, o idoso se deparou com uma falsa blitz composta por cerca de 15 bandidos armados de fuzis. O idoso manobrando rapidamente seu Citroën C-4 Lounge, conseguiu evadir-se do local, mas entrou inadvertidamente numa rua sem saída. Tendo que voltar, foi parado pelos marginais. Estes, vendo que se tratava de um casal de idosos os liberou, mas ao se distanciar o carro das vítimas foi atingido por uma saraivada de balas que causaram a morte da senhora Regina Múrmura. A senhora ainda foi levada ao hospital, mas ao dar entrada no PS, já se encontrava morta. A idosa foi enterrada ontem sob a indignação e veementes protestos das pessoas que foram ao seu sepultamento. Esse status quo persiste numa das mais importantes capitais brasileiras, sem que as “otoridades” responsáveis tomem qualquer medida capaz de anular as atividades desses criminosos.
CITROËN C-4 LOUNGE METRALHADO

 Tudo começou quando Leonel Brizola, um gaúcho da esquerda tradicional brasileira, idolatrado pelos cariocas desde a década de 60, se tornou governador do estado do Rio de Janeiro, em 1982 e novamente em 1990, após seu retorno do exílio em 1979. Essa escolha maldita selou a sorte da capital do Estado que Brizola governou por dois mandatos, quando esse esquerdista baixou uma portaria proibindo que a polícia subisse os morros em busca de traficantes sem a devida ordem do governador.
NEUZINHA BRIZOLA
A VEJA MOSTRA O CAOS NO RIO
Essa ordem oficial foi dada depois que sua filha, Neuzinha Brizola, foi presa pela polícia ao sair de uma favela com uma certa quantidade de drogas em seu poder. Há controvérsias quanto à ordem dada por Brizola, sobre a proibição das incursões da polícia nos morros cobertos de favelas, refúgio natural da bandidagem carioca. Asseguram alguns que ele queria apenas evitar os transtornos causados por uma força policial aos moradores pacíficos das comunidades. Outros dizem que, na verdade, ele queria proteger os “amigos” fornecedores de drogas de sua filha. A versão correta não importa, o que é importante é constatar que uma portaria baixada por um governador impediu por mais de 8 anos que a polícia perseguisse e prendesse criminosos que atormentavam os cidadãos de bem já nas décadas de 80 e 90 no Rio de Janeiro. O resultado disso todos nós já estamos cansados de saber. Suas consequências vimos acontecer na noite de anteontem numa das ruas de uma comunidade considerada pacífica em Niterói. Se o complexo do Caramujo, uma favela imensa de Niterói, é considerada pela polícia como pacífica, imaginem como será uma comunidade titulada como hostil e perigosa.
CARDOZO, ADAMS E BARBOSA TENTAM BARRAR IMPEACHMENT NO TCU
A outra questão, um fato assombroso que está nas manchetes de todos os jornais do País nessa segunda-feira é o fato de uma comissão formada por agentes do governo petista, os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça), Luiz Adams (AGU) e Nelson Barbosa (Planejamento), pedirem o afastamento do relator das contas do governo federal no tribunal de Contas da União, TCU, o ministro Augusto Nardes, por este ter supostamente antecipado sua decisão aos seus pares no Tribunal.

As alegações dos representantes do governo petista são as de que o ministro Nardes, antecipou desde 11 de setembro em entrevistas à mídia de que seriam rejeitadas as contas do governo federal, o que fere, segundo o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, a Lei da Magistratura. O advogado-geral da União, Luiz Adams, garantiu que o pedido de afastamento do relator será encaminhado hoje, segunda, 5/10, à Corregedoria do TCU. Com essa medida, os petistas tentam atrasar o julgamento de suas contas que foram embasadas em pedaladas fiscais. O julgamento está marcado para essa quarta-feira, 7/10/2015. 
RELATOR DAS PEDALADAS FISCAIS DE DILMA, MINISTRO AUGUSTO NARDES DO TCU
Segundo fontes do TCU, dificilmente o governo conseguirá a remoção do ministro Nardes da relatoria do processo. Possivelmente ele será mantido com a unanimidade dos votos dos membros do Tribunal de Contas. Dessa maneira, as contas do governo Dilma serão devidamente rejeitadas dando ensejo à abertura de um processo de impeachment contra a “presidanta”, baseado na Lei de Responsabilidade Fiscal, LRF, contra a pior administradora pública da história do Brasil de todos os tempos. 
PEDALADAS FISCAIS DE DILMA ROUSSEFF SERÃO SUA PÁ DE CAL
Como todos sabem, as chamadas pedaladas fiscais consistem no atraso proposital do envio de recursos do Tesouro Nacional, para bancos oficiais e privados, assim como para autarquias como o INSS, etc. Essa manobra criminosa fez com que as contas do governo se mantivessem superavitárias em 2014 evitando assim que Dilma Vana Rousseff, fosse enquadrada na LRF e recebesse seu castigo: o automático impeachment, suspensão dos direitos políticos por 5 anos, multa e prisão por prevaricação.

No seu livro, “As transgressões à Lei de Responsabilidade Fiscal e Correspondentes Punições Fiscais e Penais, Amir Antonio Kair, diz: “A punição penal varia de acordo com o tipo de transgressão à Lei de Responsabilidade Fiscal, podendo acarretar: • perda do cargo e a inabilitação, pelo prazo de 5 anos, para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação, sem prejuízo da reparação civil do dano causado ao patrimônio público ou particular; • cassação do mandato; • detenção de 3 meses a 3 anos; • reclusão de 1 a 4 anos; • multa de30% dos vencimentos anuais do agente que lhe der causa, sendo o pagamento da multa de sua responsabilidade pessoal.”

Como podemos ver, a punição prevista nessa Lei tão importante é irrisória diante dos efeitos nefastos que provocam atos dessa natureza. O correto seria, além da cassação do mandato, perda dos direitos políticos e multa, uma prisão de no mínimo 20 anos. Dessa maneira muitos “espertos” pensariam mil vezes antes de cometerem tais crimes. Mas, como toda lei promulgada por esquerdopatas no Brasil, a LRF tem suas penalidades muito brandas e nenhum desses canalhas pagará de uma forma justa por seus delitos contra a Nação Brasileira. As leis brasileiras feitas a partir de 1985, depois da entrega do poder pelos militares aos civis, foram todas elas sem exceção, elaboradas por esquerdistas, que sempre previram um possível enquadramento em seus artigos em futuro não previsto. Por isso tamanho abrandamento em seus efeitos punitivos. São leis feitas ou encomendadas por futuros delinquentes, daí sua punibilidade insignificante. 
TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, O TÚMULO DO GOVERNO PETRALHA
 

Vamos ver como se desenrolará a pendenga do TCU para com a criminosa Dilma Vana Rousseff, que teima em continuar no cargo que nunca conquistou legitimamente. Se o julgamento dessa quarta-feira for adiado em consequência do impedimento do relator do processo, o ministro Augusto Nardes, só Deus sabe quando esse caso será novamente levado a julgamento. O que todo cidadão lúcido brasileiro espera é que tudo siga seu rito normal e a bruxa vermelha seja escorraçada do cargo, que ao longo desses últimos quase 5 anos enlameou com suas atitudes criminosas e incompetentes. Aguardemos, portanto, pelo final dessa novela dantesca. Espero ver essa megera no olho da rua ainda nesse ano em curso!